Estudantes puderam conhecer o dia a dia das universidades americanas, além de ter a dimensão da força do esporte universitário no País

 

A primeira edição do Kirmayr Way – Florida Tour 2017 foi um grande sucesso! Jovens tenistas embarcaram rumo aos Estados Unidos e visitaram universidades americanas, participaram de torneios e conheceram a sede da USTA – United States Tennis Association, que possui em 106 quadras, um verdadeiro paraíso para os tenistas. O sucesso foi tanto que já está sendo planejada uma nova edição do Kirmayr Way – Florida Tour para dezembro de 2018.

Visita as Universidades Americanas

Visita as Universidades Americanas

Carlos Alberto Kirmayr, que também participou da viagem, ressalta que a visita às universidades americanas é de grande importância para os estudantes, principalmente porque possibilita um primeiro contato com a vida universitária. Além disso, eles conseguem entender no que precisam melhorar para atingirem os seus objetivos.

“Eu chamaria as universidades americanas de Disney do estudo, pois elas permitem diversas possibilidades de conhecimento, contato com pessoas do mundo inteiro e com professores extremamente capacitados. Estudar lá proporciona momentos inesquecíveis e, por isso, a maioria dos ex-alunos que obtém sucesso colabora financeiramente ou doando coisas significativas para a escola. Quanto mais cedo os jovens tenistas conhecem esse mundo, mais alto eles podem sonhar”, ressalta Kirmayr.

Kirmayr Way - Florida Tour 2017

Organização do Kirmayr Way – Florida Tour 2017

Para Cecília Yoshizawa Kirmayr, diretora do Kirmayr Tennis Experience, a viagem ao exterior permite uma grande mudança na forma de pensar dos jovens, pois eles entram em contato com uma sociedade diferente e passam a refletir sobre como o mundo pode ser melhor e como eles podem fazer a diferença.

“Todas as atividades da viagem proporcionam um enriquecimento para os jovens. Eles também tiveram experiência com o clima, comida, a língua, além de aprenderem a ficar atento com questões básicas do dia a dia, como resistir as tentações e fazer com que o dinheiro dure durante toda a viagem. Tudo é aprendizado. Todos os que estão fazendo parte dessa viagem são muito especiais e colaboraram para que tudo desse certo”, comenta Cecília.

Luís Gustavo Ruette foi o técnico que acompanhou os estudantes nesta jornada. Ele conta que a ida aos estados Unidos o surpreendeu. “A viagem está sendo mais proveitosa do que eu imaginava. Eu joguei aqui, mas não conhecia os vários tipos de universidades. Foi interessante conhecer as diversas estruturas e ter a dimensão correta do que é o esporte universitário”, comenta.

Para os estudantes, a viagem ajudou a reforçar seus sonhos de estudarem em uma universidade americana. Confira o depoimento dos jovens tenistas participantes:

Kirmayr Way Florida Tour 2017

Casely International Championships, competição que reúne jogadores de diversas partes do mundo

“Foi uma viagem muito importante, porque além de eu estar usando muito  o inglês que estudamos no Centro de Treinamento Kirmayr, também pude conhecer universidades, culturas, pessoas e as quadras. A gente teve a oportunidade de jogar em quadras rápidas, diferentes das que estamos acostumados a treinar. Foi uma sensação muito boa visitar universidades americanas. A maioria das universidades brasileiras não tem a mesma estrutura e capacidade. Estou bastante motivado para vir para cá. O Kirmayr Florida Tour foi muito importante, porque concretizou a minha decisão de estudar nos Estados Unidos. Foi uma grande experiência.” – diz Pedro Braga

“Essa viagem foi importante para conhecer as universidades e as quadras. A sensação é muito boa, porque conheci muitas coisas novas e tive muitas experiências boas. Não imaginava que seria tudo isso, me deu muita vontade de vir para cá estudar.” – comenta Lucas Kutshcher.

“Foi importante porque mostrou que ainda preciso melhorar para vir para cá. Mostrou para mim os Estados Unidos, porque não tinha muita noção do que acontecia aqui. Foi uma sensação que eu nunca tive, foi extremamente prazeroso estar em uma universidade, nunca tinha visto nada igual. As visitas me mostraram que preciso melhorar meu inglês e batalhar mais. Mudou minha percepção para melhor, já queria estudar aqui e agora quero mais ainda.” – reflete Mecenas Salles Neto

Tênis e Universidades

Muito Tênis e Universidades na Agenda

“Essa viagem foi importante porque pude conhecer vários tipos de faculdade, ver como cada uma funciona, a importância que dá para o esporte e nível, além de ver qual eu acho que consigo me adaptar melhor.  Parecia realmente igual aos filmes, foi bem legal, estou bem ansiosa para vir para a universidade. Eu consegui mudar alguns conceitos que tinha sobre as divisões, consegui ver que todas as divisões têm pontos positivos e negativos. Também consegui mudar a visão que só as universidades renomadas são boas, porque as pequenas são muito boas também. “ – comenta Sofia Pinheiro

Universidade Americana

Universidade Americana

“Conhecer as universidades americanas foi muito importante, eu já tinha vindo aqui para visitar, mas eu era muito pequena. Dessa vez eu  consegui ter a perspectiva a partir dos alunos que mostraram os câmpus para a gente. Vi  a diferença marcante entre as universidades americanas e brasileiras. Fiquei muito surpresa e maravilhada, mesmo que eu já esperasse que o nível acadêmico, de estrutura e esporte fossem assim, eu realmente fiquei espantada. As maiores universidades parecem uma cidade de tão grandes que são, fiquei muito feliz. Eu acho que essa viagem me deu vontade de voltar para cá o mais rapido possível, acho que tem pontos negativos, como a alimentação, mas dá para se virar dentro da universidade. De todo o resto, é superior ao que a gente encontra no Brasil, a minha maior vontade é de me preparar muito bem e vir para cá, porque eu vi que aqui a história é outra.” – analisa Alina Nietsch

“Foi bastante importante para mim conhecer as universidades,  para ter uma noção mesmo de como funcioma cada uma. Fiquei desconfortável de um jeito bom. Em comparação ao Brasil, é uma caminhada muito grande e eu me senti maravilhado vendo como funcionam as universidades, ver como eles dão importância ao esporte e como os coachs trabalham com os alunos. Fiquei muito animado, quero mudar logo para cá, aqui é perfeito e eu estou bastante animado, é bem diferente do Brasil, aqui eles dão mais portas para você fazer o que quiser. Vou ter que dar bastante de mim para poder vir para cá.” – avalia Luiz Vieira.

 

 

Intercâmbio

Clínicas de Tênis Kirmayr - Verão 2018

Participe das Clínicas de Tênis Kirmayr – Verão 2018

E-BOOKS GRATUITOS 
Leia e compartilhe com seus amigos

Seu filho em uma universidade americana e com bolsa de estudos? CLIQUE AQUI

Você quer ser um tenista profissionalCLIQUE AQUI

Você é um bom aluno e quer fazer uma universidade americana? CLIQUE AQUI

 

Produzido por

Sellketing – Agência de Marketing Digital