Para não “pagar mico” nos Estados Unidos, veja algumas das diferenças culturais entre os dois países.

Abraço

Abraço em público

Encontrar um amigo e cumprimentá-lo com um abraço e um beijo no rosto (ou até mais de um, dependendo do lugar) é muito comum aqui no Brasil. Os brasileiros têm a fama de “friendly”, fazem amizade com um desconhecido que encontrou na fila do supermercado ou puxam assunto com quem está sentado ao lado no metrô. Isso faz parte da nossa cultura, mas, nos Estados Unidos, é bem diferente! Os americanos prezam bastante pelo seu espaço e, por isso, só de passar mais perto, sem necessariamente tocar, de algum desconhecido já pedem desculpas. O mais utilizado para saudação é um simples aperto de mão.

Embora algumas coisas presentes na cultura brasileira tenham origem nos Estados Unidos, principalmente pela influência de Hollywood, há muitas divergências entre os costumes dos dois países e estar atento a isso é muito importante, uma vez que uma atitude “normal” por aqui pode até causar problemas com a justiça por lá. Nos Estados Unidos não existe o “jeitinho”, todos devem cumprir as leis ou estarão sujeitos às penalidades. No trânsito, por exemplo, se houver uma placa de “Stop”, todos os carros são obrigados a parar, caso contrário, receberão uma multa. Ah, também vale ressaltar que as leis variam de acordo com o estado, portanto, é muito importante você ficar de olho nas regras para o local que você vai!

Ovo com Bacon

Ovo com Bacon no café da manhã…

A comida também é bem diferente por lá. Em alguns locais, por exemplo, fast foods e comidas enlatadas fazem parte do dia a dia. Ovos com bacon estão no típico café da manhã, assim como batatas fritas e lanches estão presentes no almoço. Já em outros, há uma influência maior da culinária mexicana e espanhola. O arroz, presente no nosso dia a dia, é mais difícil de ser encontrado, mas o feijão costuma aparecer por lá, na versão enlatada.

As gorjetas também são muito comuns na cultura americana e devem ser pagas de acordo com a satisfação pelo serviço, por isso, é sempre bom ter um valor “a mais” no bolso. A única exceção é caso o serviço tenha sido péssimo.

Em um ambiente mais formal, os americanos costumam se chamar pelo sobrenome. Na universidade, por exemplo, os alunos jamais tratam seus professores pelo nome, pois isso pode até ser visto como um sinal de desrespeito. Apesar disso, no dia a dia não há problema algum em falar com o colega ou alguma pessoa próxima chamando pelo nome.

As divergências culturais entre o Brasil e os Estados Unidos são grandes, mas com uma boa pesquisa e orientação sobre o assunto e sabendo respeitar as regras, a adaptação neste novo universo não terá muitos problemas.

 

 

Faça um Intercâmbio Acadêmico Tenístico no Brasil e dê início a uma vida internacional com muito Tênis em Universidade Americana

Intercâmbio

Faça um Intercâmbio – Clique e saiba mais

E-BOOKS GRATUITOS 
Leia e compartilhe com seus amigos

Seu filho em uma universidade americana e com bolsa de estudos? CLIQUE AQUI

Você quer ser um tenista profissionalCLIQUE AQUI

Você é um bom aluno e quer fazer uma universidade americana? CLIQUE AQUI

 

Produzido por

Sellketing – Agência de Marketing Digital